Mercado Imobiliario de Miami

Comprar uma casa em Miami já é bem desafiador devido aos custos de habitação crescentes, porém temporários. A nossa atual administração agora arrecada de uma variedade de produtos importados e ela trouxe tarifas que podem tornar as compras de casas bem mais caras do que jamais foram.

Materiais de construção

O modo como as tarifas afetam Miami é bastante distinto. Se você constrói a sua casa do zero, você vai ver que o preço da madeira subiu por volta de 30%, em maior parte devido a tarifas e escassez. Madeira é um material primário na construção de casas, então faz muito sentido ver por que as tarifas afetarem Miami dessa forma. Vender uma casa em Miami? Isso ainda pode ter efeito em você, já que tipicamente as pessoas fazem reparos e ou reformam antes de colocar suas casas no mercado.

Eletrodomésticos

Agora até comprar alguns eletrodomésticos vai lhe custar mais hoje em dia. Por exemplo, os preços das máquinas de lavar estão um pouco mais altos no momento e tudo se resume às tarifas também. A administração trouxe tarifas de cerca de 50% sobre máquinas de lavar importadas. Até coisas como alumínio e aço que são componentes chave estão ficando progressivamente caros, o que é um grande problema para fabricantes de produtos feitos na América (leia abaixo). Ainda mais razões para ficar de olho na Black Friday e vendas sazonais.

Energia renovável

E então tem as energias renováveis. Vários proprietários espertos em Miami, Flórida, estão tentando incorporar energias renováveis em suas casas como avanços tecnológicos. Mesmo para aqueles que já possuem sistemas incorporados em suas casas, essa pode não ter sido a melhor ideia, já que essas taxas recém-impostas podem aumentar os custos em até 30% devido a tarifas sobre produtos de energia renovável importados. No geral, como resultado, o custo total de manutenção e instalação pode variar até $500 ou $1.000 a mais do que antes.

Alumínio

E então tem as sempre importantes janelas anti-tempestade que estão vendo alguns aumentos de preço também. As tarifas afetam Miami de uma variedade de modos, mas o simples fato de que você vive numa região propensa a furacões e realmente se beneficia por ter janelas anti-tempestade, por causa de seguro de crédito, faz delas uma boa ideia. Mas nem tanto durante esta iminente guerra comercial com a China. As janelas anti-tempestade agora podem ver um aumento de até 20% a mais neste período em particular. Isso pode incluir o alumínio que é usado para fazer algumas das esquadrias de impacto. A escalada de preço é super desafiadora no momento, então isso mostra o quanto é desafiador para um residente de Miami lidar com esse conjunto de questões caso eles vão às compras por janelas anti-tempestade ou janelas em geral.

Isso é problemático para o mercado imobiliário de Miami? Sim, é, porque as tarifas afetam Miami mais e mais em nível de vendas imobiliárias. Se as pessoas veem que os custos para construção, compra ou manutenção de suas casas é muito alto, elas irão simplesmente focar em encontrar algum outro lugar para viver. Essa reação pode causar uma enxurrada de casas entrando no mercado levando os preços para baixo ou, do lado oposto, fazer com que as pessoas não façam reformas em suas casas. Afetando varejistas locais ou criando uma escassez de moradia. Apenas o tempo dirá qual será o efeito nesta frente. Pode não parecer muito a princípio, mas é certamente uma situação em que vale a pena ficar de olho.

Como nós mencionamos anteriormente, conseguir uma casa em Miami é desafiador devido aos altos preços e a uma escassez de casas em certos mercados. Se você adicionar fatores como tarifas, por exemplo, então o processo inteiro é mudado de maneiras que você não iria querer ignorar. Nós podemos esperar que mais tarifas apareçam num futuro próximo, conforme essa potencial guerra comercial com a China se desenvolve, então é uma boa ideia comprar ou agir agora enquanto podemos prever o futuro relativamente próximo. Não vai levar muito tempo até que os preços comecem a flutuar e nessa hora é difícil dizer aonde as coisas vão dar. Mesmo assim, a questão das tarifas é um problema em toda a América e com sorte, isso será resolvido mais cedo do que tarde!